Por Que The Weeknd Sempre Supera o Hype?

by - 03 dezembro


Um novo álbum de The Weeknd está à caminho, e está previsto para ser lançado até a virada de 2019. No final de novembro, no dia 26, a canção “Heartless” foi lançada, com produção de Metro Boomin. A sonoridade mais “Trap” do primeiro single de seu novo álbum invadiu os ouvidos dos fãs e cativou rapidamente os mesmos. Trazendo uma mensagem de “desapego” e de uma vida vazia que assombra vários artistas bem remunerados e notados, além de uma pitada de egocentrismo, “Heartless” é a pura essência da lírica de Abel (The Weeknd) desde o compilado “Trilogy”, com um toque mágico de um dos melhores produtores internacionais da atualidade.


Em 24 de novembro, foi lançado um comercial da Mercedes Benz, exibido em canal alemão em horário nobre, com um snippet (trecho avulso) de “Bliding Lights”; Abel dirigia um carro elétrico, um SUV, e ordena que o sistema eletrônico de som do carro toque seu single “oitentista”. Logo após isso, os fãs de The Weeknd tiveram a confirmação de seu retorno ao mundo da música, provavelmente com um álbum, quando o artista postou a seguinte mensagem: “the fall begins tomorrow.” (o outono começa amanhã).


É notável que The Weeknd, por mais fora dos holofotes que esteja em períodos de hiatos, é bastante cobrado por fãs de todo o mundo que anseiam por um novo lançamento do astro canadense: e eles quase nunca se decepcionam.

 Desde “I Feel It Coming” e “Starboy”, em parceria com a dupla de música eletrônica Daft Punk, Abel vem se mostrando muito consistente em materiais “nostálgicos”, variando, assim, de seu estilo mais “obscuro” que o consagrou em suas três primeiras mixtapes, até produções mais pesadas e “bangers”, como foi em “Heartless”.

No dia 29 de novembro, os fãs foram presenteados com a versão completa de “Blinding Lights”, música que foi composta pelo próprio The Weeknd com a ajuda de Jason Quenneville, Ahmad Balshe, Oscar Holter e Max Martin, e produzida por Martin e Holter em parceria com o canadense. O single que em menos de uma semana já tem quase 9 milhões de visualizações em seu áudio oficial, já tomou o segundo lugar das paradas mundiais; o primeiro fica com Heartless. Isso agrega muito à carreira de The Weeknd, mostrando sua fã-base sólida que consome tudo o que o artista faz (e faz com maestria), e mostra que um artista que conquista números incríveis desde suas mixtapes com um tom sombrio, tendo como tema abuso de drogas, relacionamentos acabados e ressacas morais em suas canções, pode surpreender à todos em novos estilos de composição e em novos estilos de instrumentais.


Não há data exata para podermos apreciar em primeira mão o novo álbum de The Weeknd, mas já podemos saber que será muito bem recebido por uma grande parcela do público, além de conseguir conquistar uma nova legião de fãs para Abel, que já entrou para a história do Canadá como um dos artistas mais relevantes de todos os tempos para o país. Provavelmente The Weeknd irá fazer sua mágica que nunca perde o ritmo, nem o hype: ora trazer misturas caóticas de sentimentalismo e vazios existenciais em beats magníficos, sejam eles de Trap, Pop, ou até mesmo com vibe “oitentista” (músicas que nos remetem aos anos 80)… Tudo isso mostrando que o hype sempre “perde” para sua genialidade, que sempre se supera. 




Você Pode gostar de Flagrar também:

0 Comments